O perdão de Deus

Ações para receber o perdão de Deus

Você precisa, assim como eu, do perdão de Deus? Olha, não sei se você percebeu, mas é bem possível que todos neste mundo necessitem do perdão dEle diariamente!

O motivo é muito simples, temos uma “natureza humana dentro de nós” que sempre irá tentar nos conduzir ao pecado e se não formos “espertos o suficiente” é bem capaz que ela vença sempre!

É importante (e também necessário) que estejamos conectados com Deus o tempo todo para que possamos ser capacitados a resistir à tentação e consequentemente não pecarmos. Quando fazemos isso nos submetemos a Deus e somos fortalecidos!

A palavra de Deus confirma isso em Tiago 4:7: Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês.

O que fazer se a natureza humana vencer?

Existem pelo menos três ações que precisamos tomar quando falhamos, mas antes de falarmos sobre elas, você precisa saber que, as estratégias do Diabo são constantes e tentam fortalecer a nossa natureza humana!

Quando ele tem êxito é provável que ganhe uma ou outra BATALHA.

Entenda que, como cristãos, precisamos ter isso claro e bem definido, o que foi perdido, foi uma batalha e não a GUERRA!

Então, se o pecado acontecer (não importa qual seja), precisamos buscar a face de Deus e muito rápido, pois o pecado nos afasta de Deus!

A Bíblia afirma que Ele é fiel e justo para nos perdoar! Isso significa que Ele está nos aguardando prontamente com a intenção em seu coração de nos trazer novamente para perto dEle.

Primeira ação a se tomar quando falharmos: receber o perdão de Deus através da confissão!

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. 1 João 1:9

Como podemos ver, o perdão de Deus é uma promessa para as nossas vidas, porém, nós somos os responsáveis por caminhar até ele.

Esta “caminhada” tem nome e chama-se confissão. Portanto, faça dela um princípio em sua vida! Fale com Deus agora mesmo! Também recomendo que você procure sua cobertura espiritual (pastor, líder de célula, mentor…) e confesse seus pecados a ela!

Não se preocupe em ser julgado (isso não vai acontecer), ela estará sendo apenas uma testemunha do cumprimento do princípio em sua vida.

Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz. Tiago 5:16

Segunda ação a se tomar quando falharmos: escolher andar na luz!

Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. 1 João 1:7

Andar na luz implica em entendermos que devemos fugir do o pecado trazendo Jesus para habitar as nossas mentes e corações. Os versículos anteriores a este afirmam:

Esta é a mensagem que dele ouvimos e transmitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva alguma. Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 1João 1:5,6

Quando permitimos que Jesus habite nossas mentes e corações, damos liberdade para que Ele nos transforme diariamente, isso faz com que a nossa natureza humana seja trocada pela natureza purificada de Jesus. Assim, somos fortalecidos e encontramos forças para vencer o pecado.

Terceira ação a se tomar quando falharmos: não ficar apegado à culpa!

Veja o que Billy Graham escreveu no livro “Esperança diária – 365 mensagens para iluminar o seu dia”:

Corrie tem Boom conta a história de uma garotinha que quebrou uma das xícaras da mãe. A menina foi até a mãe, soluçando: “Ah, mamãe, lamento porque quebrei sua linda xícara”.

A mão respondeu: “sei que lamenta, e eu lhe perdoo. Agora para de chorar”.

A mãe, então, varreu os pedaços da xícara quebrada e os colocou na lata do lixo. Mas a garotinha gostou de sentir culpa. Foi até a lata, apanhou os pedaços, levou-os até a mãe e, aos soluços, repetiu: “Mãe, lamento por ter quebrado sua linda xícara”.

Desta vez a mãe falou, com firmeza: “Pegue esses pedaços coloque-os de volta na lata de lixo. Não seja boba de apanhá-los de novo. Eu disse que lhe perdoei. Então, pare de chorar…”.

Não fique apegado à culpa. Se confessou seus pecados a Cristo, Ele os perdoou e os retirou – para sempre.

O perdão de Deus

Quando um cristão comete um pecado, ele fica sujeito a um castigo por parte do Pai, mas jamais à condenação com o mundo.

Por isso há entre vocês muitos fracos e doentes, e vários já dormiram. Mas, se nós nos examinássemos a nós mesmos, não receberíamos juízo. 1 Coríntios 11:30,31

Através do Filho temos o caminho de volta ao Pai. O que você precisa confessar ao Senhor? Ele o está aguardando a uma oração de distância, vá até ele agora mesmo!

Post anterior
Segundo o coração de Deus
Próximo post
O que prevalece é o propósito do Senhor!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Menu