Quem é você nEle, quando…

Então Jó respondeu ao Senhor:”Sei que podes fazer todas as coisas; nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Tu perguntaste: ‘Quem é esse que obscurece o meu conselho sem conhecimento? ’ Certo é que falei de coisas que eu não entendia, coisas tão maravilhosas que eu não poderia saber. “Tu disseste: ‘Agora escute, e eu falarei; vou fazer-lhe perguntas, e você me responderá’. Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram. Por isso menosprezo a mim mesmo e me arrependo no pó e na cinza”. Depois que o Senhor disse essas palavras a Jó, disse também ao Elifaz, de Temã: “Estou indignado com você e com os seus dois amigos, pois vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó. (Jó 42:1-7) 

O livro de Jó é um dos meus preferidos, por que mostra um coração submisso e confiante ao Senhor, apesar das circunstâncias e perdas; e também, por que o Senhor estava com Jó, o conhecia, e sabia o quanto podia suportar e honrá-lo, acima de todas as coisas.

Por inúmeras vezes, pensei, que se eu tivesse no lugar dele, eu não reagiria como ele! Mas, a gente nunca sabe as reviravoltas que a nossa vida dá.

Vida com Deus, não é um mar de rosas, mas… é saber que Ele esta conosco!

Nos últimos 2 meses, me vi como Jó, em uma versão mais atualizada, rs.

Perdi a minha saúde mais uma vez (fiz mais uma cirurgia), perdi o meu estágio/trabalho (encerrei contrato), perdi o meu carro e a liberdade de dirigir quando quiser (não tenho mais carro, e o carro do meu pai, ele precisa para o trabalho), perdi o hábito de praticar musculação e corrida de rua (recomendação médica, ate cicatrizar), perdi 2 meses de tempo na faculdade (demorou para a minha transferência de uma sede pra outra, se ajustasse), perdi a paciência, a alegria e o meu corpo sarado, que eu tinha tanto orgulho, em meio a tudo isso, além de outras coisas.

Problemas, perdas, frustrações, todos têm, o que importa é como lidamos…

Por mais insanos que as coisas são ou foram, eu sabia que o Senhor esta no controle de tudo e estava comigo. A minha fé se manteve, que no fim, tudo iria se ajeitar e se resolver, teve choro, teve desespero e ansiedade, mas, teve confiança que Deus não faz nada pela metade e sem propósito. Fui moldada, testada e aprovada, rs.

Quem nós somos, quando perdemos tudo o que importa pra gente?!

Você, pode até não saber agora, quem você é ou pode se tornar, mas, eu sei quem o Senhor quer que você seja apesar de todas as circunstâncias.

Quer que seja um filho obediente e submisso as estações dEle em nossas vidas, que tenhamos um coração grato e confiante que Ele nunca nos deixa só ou desamparados,uma fé capaz de ver o impossível acontecer, mesmo com tantos imprevistos no caminho; um cristão que não desiste quando as coisas complicam; alguém que possa compartilhar e se permitir ser usado para abençoar outros; e aquele que não retrocede, apesar de tudo!

A minha oração é que você não precise perder…

Para descobrir quem você é ou deveria ser nEle, e também, para valorizar o que realmente importa nessa vida, que é o nosso relacionamento diário com Ele. Não espere perder tudo pra perceber que Ele é tudo que precisa!

A sua fé e obediência te leva além do que possa imaginar. Vai te abençoar, cada vez mais!

O Senhor abençoou o final da vida de Jó mais do que o início. Ele teve catorze mil ovelhas, seis mil camelos, mil juntas de boi e mil jumentos.Também teve ainda sete filhos e três filhas.À primeira filha deu o nome de Jemima, à segunda o de Quézia e à terceira o de Quéren-Hapuque.Em parte alguma daquela terra havia mulheres tão bonitas como as filhas de Jó, e seu pai lhes deu herança junto com os seus irmãos.Depois disso Jó viveu cento e quarenta anos; viu seus filhos e os descendentes deles até a quarta geração.E então morreu, em idade muito avançada. (Jó 42:12-17)

A fé, confiança e coração de Jó, fez com que ele conquistasse muito mais do que perdeu no caminho. Deus viu e o abençoou, muito mais do que o imaginável. Deus quer fazer o mesmo com você, se permita, honrá – lo.

Post anterior
Solidão transformada em solitude…
Próximo post
Deus se atrasa?

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Menu