Posts recentes

como caminhar com Deus

Caminhar com Deus é celebrar as diferenças

Aqueça o Coração!

É possível que as diferenças, encontradas nos mais diversos tipos de pessoas, nos conduzam a desistir de um propósito ou chamado de Deus.

Talvez este seja o plano de satanás: confundir, enganar ou quem sabe provocar distorções do caminho a ser trilhado por cada um de nós!

Por mais que eu queira compartilhar com você tudo o que Deus falou ao coração, em meu tempo devocional de hoje, sinto que precisamos refletir antes no significado do propósito e chamado de Deus.

O que é propósito e chamado de Deus?

Podemos considerar que chamado é “aquilo que se pretende alcançar ou realizar”, conforme a maioria dos dicionários descrevem. Sem dúvidas, é algo que depende de uma tomada de decisão. Uma decisão que nos coloca na direção de um alvo.

Gosto da forma como o Blog da Livrarias Família Cristã descreve o significado de “Chamado de Deus”, veja a seguir:

“A ideia de ter um chamado de Deus é algo muito comum nas igrejas evangélicas, mas poucas pessoas entendem o real significado desse termo utilizado. O sentido primordial é: o chamado de Deus é o plano que Ele tem para cada um, o propósito principal da sua caminhada com Ele, a vocação que Ele colocou em você.”.

“Quando falamos sobre o chamado de Deus, separamos aquele que é deixado para todos os cristãos e também aquele individual para cada pessoa. Precisamos levar em conta que, como igreja, somos corpo de Cristo e cada membro do corpo não pode desempenhar a mesma função, se não de nada adianta.”.

“Um precisa ser as pernas para andar, outros a boca para falar, outros as mãos para tocar… Deus nos criou de forma distinta para, um dia, sermos um corpo perfeito para a glória Dele.”.

Veja o post completo, clique aqui.

Agora que conseguimos ter uma visão sobre propósito e chamado de Deus, quero compartilhar com você o meu devocional, mas gostaria de lhe pedir algo antes que continue a leitura, compartilhe este texto com alguém, tenho certeza que Deus irá falar ao coração desta pessoa, assim como falou ao meu e falará ao seu!

A direção de Deus para as nossas vidas

Eu estava lendo o livro “Devocional para casais – reflexões para uma vida a dois” de Jaime e Judith Kemp quando me deparei com a seguinte frase:

“Não há casamento perfeito. Todos estamos aquém dos padrões de Deus. O segredo de um casamento feliz não é simplesmente achar a pessoa certa, mas ser a pessoa certa.”.

A frase me levou a pensar no propósito e chamado de Deus nos relacionamentos entre pessoas, tendo por certo que todos somos diferentes uns dos outros.

Sejam relacionamentos entre casais casados, pais e filhos ou até mesmo entre duas pessoas que compartilham o mesmo ambiente de trabalho.

Vida conjugal

Os autores compartilharam algumas frases que ouviram em momentos de aconselhamentos de casais. Eles destacam não apenas as diferenças, como a evidencia de que um precisa do outro para que o propósito do casamento seja alcançado!

“Nós não somos compatíveis”;

“Não temos nada em comum”;

“Somos diferentes como o dia da noite”.

É possível perceber que as mensagens transmitidas nas frases compartilhadas tinham como objetivo dizer que, devido às diferenças entre si, era impossível viverem juntos em harmonia.

Bom, isso nos faz entender que sim, as pessoas têm suas diferenças. Dentro do casamento, se fossem iguais, alguém seria “desnecessário”.

Contribuir com o blog Confia no Senhor

Eu creio que é exatamente por esse motivo que os casais precisam alinhar o propósito de seus casamentos diariamente.

Qual o propósito e o chamado de Deus para o casamento?

Nos votos do nosso casamento, me lembro como se fosse hoje, eu disse para a Larissa que faria dela a mulher mais feliz do mundo (todos os dias) e encerrei convidando ela a ir comigo até ao infinito e além (parafraseando o Buzz Lightyear, rsrs).

Acredito, verdadeiramente, que este seja o propósito do casamento. Ele envolve a escolha diária de amar, respeitar e honrar o compromisso assumido naquele dia.

Eu sou, de fato, extrovertido, ruidoso, falante, enquanto a Larissa é mais tranquila e serena. Somos diferentes e é aqui que enxergamos os planos de Deus em nossas vidas. Quando estou “acelerado” a sua tranquilidade, automaticamente, me conduz a um equilíbrio e vice-versa.

Inclusive, isso se fez presente na palavra profética lançada sobre nossas vidas em nosso casamento. Nosso pastor em determinado momento disse:

“Larissa, em alguns momentos você vai precisar acelerar os passos para caminhar ao lado do Raphael. Raphael, em alguns momentos você vai precisar desacelerar os passos para caminhar ao lado da Larissa”…

O grande segredo é fazermos com que as nossas diferenças trabalhem a nosso favor e não contra nós!

Mas como fazer isso? Aceitando as diferenças um do outro, em vez de tentar mudar um ao outro.

Quando observamos o cônjuge, notando suas características, compreendendo-o, apreciando-o, comunicando-se, respeitando as suas próprias características, honrando e valorizando o cônjuge, permitimos que a graça de Deus facilite a interação e diminua os atritos entre o casal.

Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Romanos 12:10

É verdade, nem todas as diferenças são facilmente aceitáveis e trabalháveis. Precisa haver ajustes, tolerância, respeito e compreensão entre o casal. Este é o chamado de Deus para as nossas vidas dentro do casamento.

Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro. Provérbios 27:17

Qual o propósito e o chamado de Deus entre pais e filhos ou entre pessoas?

O texto encontrado em Romanos 13:10 nos mostra um caminho a ser trilhado:

“O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.”.

Amar ao próximo é um princípio, um mandamento encontrado nas escrituras. Isso me faz pensar que o propósito do relacionamento entre pessoas seja viver uma vida sem ofensas ou “agressões” que deixem marcas negativas em suas vidas.

Isso significa que nossas ações, atitudes e/ou palavras devem impulsionar as pessoas a viver em harmonia.

Já o chamado de Deus para esses relacionamentos (todo tipo de relacionamento na verdade) envolve vivermos para levar pessoas até Jesus. Em alguns casos precisaremos ser as pernas para andar lado a lado, outros a boca para falar e ministrar, outros as mãos para apontar a direção…

Deus nos criou de forma distinta para a glória Dele.

Agora, faça uma reflexão de como está seu o relacionamento com as pessoas que você tem caminhado. São relacionamentos repletos de harmonia e da presença de Deus?

Que Deus nos ajude em nosso mútuo caminhar.

Receba nossos conteúdos em seu e-mail!

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o(a) primeiro(a) a receber todas as novidades que surgirem por aqui!

, ,
Whindersson Nunes, Popó e uma geração que carece do caráter de Jesus!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu